fbpx
 

A doença do refluxo gastroesofágico

O refluxo se caracteriza quando o conteúdo do estômago, seja comida ou ácido clorídrico, volta para o esôfago ou até para a garganta e para a boca.

Esse refluxo pode causar diversos problemas como queimaduras no esôfago, peito ou garganta, dificuldade para engolir alimentos, laringite, asma, sangramento e anemia.

Essa condição ocorre quando a válvula que fica entre o esôfago e o estomago é enfraquecida, ou quando o paciente tem uma hérnia de hiato.

O diagnóstico é feito observando os sintomas do paciente e por meio de exames como, por exemplo, a radiografia, pHmetria, manometria do esôfago, laringoscopia e endoscopia.

O tratamento pode ser clínico, através de medicamentos, alimentação correta, emagrecimento, além da eliminação de cigarros, bebidas alcoólicas e café.

O médico deve definir a melhor opção para o paciente baseado em quanto tempo ele está com a doença, a intensidade dos sintomas, sua resposta ao tratamento clínico e se possui outras doenças.

O tratamento cirúrgico visa corrigir a hérnia de hiato (abertura exagerada do diafragma). É utilizada anestesia geral e feita por laparoscopia, que proporciona uma recuperação mais rápida. É uma resolução total do problema, apresentando uma cicatriz mínima e pouca dor pós-operatória. É o médico quem deve definir e propor a melhor opção para o paciente.